A omissão do governo

Assembleia Notícia: Deputado, os principais prejuízos da extinção da Imprensa Oficial. Queria que o senhor começasse a entrevista falando sobre isso.

Deputado Dalmo Ribeiro: Lamentavelmente, o governo é omisso nesse aspecto. Ele fala que dá prejuízo, mas não descreve o prejuízo. Ele fala que é preciso enxugar a folha de pagamento. Lamentavelmente também, talvez por engano ou por desconhecimento, não traz no bojo dos autos, no bojo do projeto alguma coisa que pudesse justificar a sua pretensão. Já pudemos demonstrar ao governo que hoje a Imprensa Oficial é superavitária. Hoje ela tem várias ações, inclusive a questão literária, a participação efetiva mesmo do trabalho que ela desempenha ao longo desses 125 anos que em nenhum momento, em nenhum ano, tornou-se deficitária. Até ao contrário, por muitas e muitas vezes o dinheiro da Imprensa Oficial foi emprestado aos cofres públicos do estado. Em maio do ano passado nós apresentamos aqui na Assembleia projeto de nossa autoria para declarar como patrimônio cultural e imaterial a Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais. Esse projeto teve a tramitação, já mereceu na Comissão de Constituição e Justiça sua constitucionalidade visto a importância que nós temos da preservação dos mineiros com o grande patrimônio cultural e também imaterial. Hoje, às 14h30, o projeto vai ser apreciado na Comissão de Cultura para receber o parecer de mérito. Já tivemos pela preliminar, quanto à sua constitucionalidade, e hoje é o mérito. E tenho certeza que teremos aí a relatoria, sob os cuidados da deputada Ione Pinheiro, que ela vai entender o significado da preservação de125 anos de história do povo mineiro e do Brasil. Hoje a referência maior é a nossa Imprensa Oficial. Então quando se pergunta: você é contra a extinção da Imprensa Oficial? O povo mineiro é contra. Não aceita que seja extinta uma instituição, um órgão dessa categoria, que faz parte da história de tantos nomes importantes, de Murilo Rubião, que completou agora 100 anos. Que fez parte, inclusive, dos acadêmicos, dos intelectuais e de tantos outros segmentos.

Assembleia Notícia: E essa questão da oposição votar contra o projeto de reforma administrativa? A orientação então para o bloco de oposição é ainda continuar a obstrução aqui na Casa? Como está esse diálogo com a base de governo? Se é possível, se vocês estão vendo a sinalização de algumas alterações no projeto para que ele volte e acabe com essa obstrução?

Deputado Dalmo Ribeiro: A obstrução está mantida. Logicamente são vários eixos que nós não podemos abrir mão em nenhum momento. Então enquanto isso não ocorrer, nós continuaremos em trabalho de obstrução. Principalmente como neste caso da Imprensa Oficial, no caso da Ouvidoria do Estado (que o governo quer extinguir). Sabemos a sua importância e não podemos confundir Ouvidoria com Controladoria. Não tem absolutamente momento para se pensar nisso aí. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico também. Nós temos as questões pontuais. IGTEC, que é uma situação importantíssima. Nós temos a Ruralminas. São várias questões que nós não tivemos nenhum avanço. Já lemos a proposta (do governo) e até agora nós não estamos vendo economia em nada. Até pelo contrário, se muda, permanecem os quadros e nós não sabemos para onde vão os nossos servidores. São várias questões. Continuaremos em obstrução. Esta é a posição já tomada e vamos discutir até esgotarmos os prazos regimentais.

Assista:

Fonte: TV Assembleia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *