Acerto de contas

Os deputados do bloco de oposição na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) apresentaram ontem um requerimento pedindo a instalação de uma comissão extraordinária na Casa para promover um acerto de contas entre a administração estadual e os municípios mineiros. A proposta foi anunciada em plenário pelo líder da minoria, deputado Gustavo Valadares (PSDB). De acordo com ele, a ação visa pôr fim ao “calote” que o governador do Estado, Fernando Pimentel (PT), está aplicando nas 853 prefeituras. A dívida acumulada com as cidades, segundo cálculos da última semana feitos pela Associação Mineira de Municípios (AMM) chegava a cifra de R$ 3,6 bilhões.

Ainda segundo a nota, para que o requerimento ganhe força e seja acatado pelo presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (MDB), a oposição está recolhendo assinaturas de todos os deputados. Os oposicionistas anunciaram ontem que estão em processo de obstrução por tempo indeterminado para pressionar Pimentel e sua base a abrir o diálogo e apresentar uma solução para os gestores municipais. Além do pagamento dos débitos com as prefeituras, os deputados exigem que o Executivo acerte as contas com os institutos de Previdência do funcionalismo, coloque em dia o salários dos servidores e cumpra com os compromissos assumidos nas áreas de segurança pública e educação.

Fonte: Coluna Aparte – O Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *