Base governista rejeita permuta para descontar IPVA no 13º do servidor

Sem a menor sensibilidade com a situação dos servidores estaduais, que sofrem com os atrasos nos salários e até agora não sabem quando receberão o 13º, a base do governador Fernando Pimentel na Assembleia Legislativa de Minas Gerais rejeitou, na manhã desta quinta-feira (14/12), emenda apresentada pelo bloco de oposição para permitir ao servidor descontar o IPVA na gratificação natalina. A emenda foi apresentada para tentar amenizar a dramática situação do funcionalismo público, considerando que o IPVA é um tributo que abastece os cofres do Estado.

“Representantes do Executivo têm dito que parte do 13º, que deveria ser pago em sua totalidade ainda em dezembro, poderá ser quitada com a arrecadação do IPVA. Mas como fica a situação daquele servidor, que tem carro, tem que pagar o IPVA e não pode contar com o dinheiro da gratificação natalina? Não sabe nem se poderá contar com o salário da folha que será quitada em janeiro, já que as datas do escalonamento não estão sendo divulgadas com antecedência. Nossa emenda foi no sentido de amenizar a situação dos servidores. Lamentável que essa não seja uma preocupação do governo petista”, afirma o deputado Gustavo Valadares, líder da Minoria.

Valadares ressalta que o 13º é uma despesa prevista anualmente e o fato de não saber ainda como vai pagar demonstra, mais uma vez, o desgoverno petista. Enquanto faltam recursos para honrar salários em dia e os repasses para os municípios, Pimentel continua torrando o dinheiro público com publicidade, voos fretados e outras regalias.

“O governo Pimentel é um governo caloteiro. Dá calote nas prefeituras, nos servidores e nos fornecedores. E faz isso por incompetência de gerir o Estado. Não tem planejamento e impede que seus servidores possam planejar como vão pagar o IPVA e diversas outras despesas típicas do início do ano, como IPTU, matrícula e material escolar”, completa Valadares.

A emenda rejeita foi apresentada ao Projeto de Lei nº 3.677/2016, que altera a Lei 19.976.

Assessoria de Comunicação
Bloco Verdade e Coerência – ALMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *