Estado ainda não pagou a 2ª parcela de salários, reclamam servidores

Em contato com a reportagem, a Secretaria de Fazenda garantiu que ‘todos os servidores que fazem jus a esse pagamento receberão ainda hoje’

Servidores do governo de Minas Gerais alegam que ainda não receberam o pagamento da segunda parcela da remuneração. Vários funcionários do Estado entraram em contato com O TEMPO e queixaram-se da demora, uma vez que, de acordo com o calendário divulgado pelo governo, os salários seriam depositados nesta quinta-feira (20). A Secretaria de Estado de Fazenda garantiu que “todos os servidores que fazem jus a esse pagamento receberão ainda hoje”.

“Todo mês é essa incerteza, não podemos honrar com os nossos compromissos nos dias certo porque o dinheiro não cai. Quando você vai de manhã olhar o saldo da sua conta, você quer ver o dinheiro lá. O que eu tinha para pagar hoje, já foi. Agora só amanhã. E, por esse atraso, os bancos cobram mais. Mesmo que seja um valor pequeno de juros, não era para acontecer isso”, afirmou um delegado da Polícia Civil aposentado, de 61 anos, que não quis se identificar.

Por meio de nota, o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual de Minas Gerais (Sindifisco-MG) também criticou a demora no pagamento dos salários e argumentou que o atraso ocorre sem anúncio. “Contrariando o compromisso assumido com seus servidores, o governo não depositou, até agora, a segunda parcela dos salários de junho. Além de contribuir para aumentar ainda mais o quadro de incerteza com que os trabalhadores do setor público têm sido forçados a conviver desde o começo do ano passado, mais uma vez, o atraso não foi precedido de qualquer anúncio ou explicação que possibilitasse que eles administrassem os transtornos causados”, diz a nota.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) do governo de Minas informou que “a segunda parcela do salário dos servidores, marcada para ser paga nesta quinta-feira (20/7), está sendo depositada ao longo do dia. Todos os servidores que fazem jus a esse pagamento receberão ainda hoje”. Ainda de acordo com a explicação da pasta, a folha de pagamento do Estado é repartida em blocos, o que faz com que alguns servidores recebam a remuneração de manhã, por exemplo, e outros ao longo do dia.

Escalonamento

O parcelamento dos salários dos servidores da administração estadual ocorre desde fevereiro de 2016. As remunerações de até R$ 3.000 são pagas integralmente, mas os vencimentos de até R$ 6.000 são pagos em duas parcelas e, os servidores que recebem acima desse valor têm o pagamento parcelado em três vezes.
Questionada sobre o fato de o calendário de pagamento de agosto ainda não ter sido divulgado, a Secretaria de Fazenda afirmou que “a data de pagamento de agosto, referente à folha de julho, será anunciada em momento oportuno”.

Fonte: O Tempo

Deixe uma resposta