Governo atrasa salário de servidores e auditores paralisam

CAMG
Crédito/Foto: Osvaldo Afonso - Imprensa-MG

Em nota, a Secretaria Estadual da Fazenda atribui o atraso à diminuição dos repasses do governo federal a Minas Gerais

Novo atraso no pagamento dos salários levou os servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) a paralisarem seus trabalhos nesta quarta-feira. De acordo com o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual de Minas (Sindifisco-MG), a segunda parcela do vencimento deveria ter sido depositada na conta dos trabalhadores durante a tarde, mas o depósito não foi feito.

A orientação do sindicato é que os trabalhadores não voltem às atividades até o pagamento da parcela. O presidente do Sindifisco-MG, Lindolfo Fernandes de Castro, criticou o atraso do governo: “É um desrespeito total. Se é para não cumprir, porque o governo marcou datas? As pessoas estão programando suas contas e tendo suas expectativas frustradas, pagando juros e multas”.

A paralisação da categoria afetou os postos fiscais aduaneiros de Confins e de Betim, que estão totalmente paralisados. Com isso, a análise e liberação de mercadorias importadas deixaram de ser feitas.

Questionada, a SEF informou que, “por uma questão de fluxo de caixa e diminuição dos repasses do governo federal a Minas Gerais, não foi possível depositar os valores referentes à segunda parcela dos salários de parte dos servidores públicos do Executivo Estadual”. A pasta ressaltou que trabalha para resolver a questão “o quanto antes”.

 

Fonte: O Tempo

Deixe uma resposta