Governo de Minas confirma atraso nos repasses para dois hospitais de BH

Após a Itatiaia denunciar que dois hospitais públicos em Belo Horizonte podem reduzir o atendimento a pacientes e até fechar leitos por falta de repasses de recursos do Estado, o executivo estadual admitiu os atrasos nos pagamentos, que chegam a quase R$15 milhões. O governo ressalta que é prioridade resolver o problema.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro, conhecido como Hospital do Barreiro, é beneficiário do Programa Pró-Hosp Gestão Compartilhada que destina à instituição pouco mais de R$ 68 milhões em doze parcelas. As parcelas de janeiro e fevereiro, num total de cerca de R$ 10,3 milhões, estão pendentes.

O Hospital São Francisco, beneficiário do mesmo programa, tem três parcelas pendentes, num total de quase R$ 4 milhões.

Para justificar as pendências, o governo do Estado alega que enfrenta um severo déficit nos cofres públicos, com decreto de situação de calamidade financeira em vigor desde 2016. Ainda de acordo com o executivo estadual, solucionar essas pendências é tema prioritário para o Governo, com a urgência que o assunto requer.

O Hospital do Barreiro foi inaugurado em 2015, mas desde então vinha operando bem abaixo da capacidade. Em dezembro do ano passado, no dia do aniversário de Belo Horizonte, uma cerimônia foi realizada para marcar o início do funcionamento pleno da instituição. O financiamento do hospital, que oferece 460 leitos e é uma demanda antiga da população, depende de recursos das três esferas de governo, sendo 50% do governo federal, 25% do governo municipal e mais 25% do governo estadual.

Sem os repasses do Estado, os gastos estariam sendo absolvidos pela prefeitura, que não teria mais condições de arcar com a situação. O mesmo acontece com o Hospital São Francisco, no Bairro Concórdia. Sem os recursos, num futuro próximo, haverá a redução da oferta de serviços, fechamento de leitos e consequentes prejuízos para a população.

Ouça na íntegra:

Fonte: Rádio Itatiaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *