Lula é chamado de ladrão em Minas

A visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a Minas Gerais não arrastou multidões, como era esperado, mas causou polêmica. Ao menos até ontem. Ao chegar a Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Lula foi recebido com faixas de “ladrão” espalhadas pela região Central. Ao descer do ônibus, viu os manifestantes contrários e favoráveis separados por um cordão de policiais militares. Uns entoavam o grïto: “Ladrão, ladrão”. Outros, empunhavam faixas do MST (Movimento dos Sem Terra).

E foi assim também em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. Um palco foi montado na principal praça da cidade, evento organizado pelo prefeito Daniel Sucupira (PT). De ônibus, transporte mais popular, Lula foi escoltado pela PM no trajeto antes e depois de passar pela cidade. Áudios contra a presença do petista pipocaram nas redes sociais dos moradores de Teófilo Otoni. Mas também houve quem foi às ruas homenagear o petista, lembrando das conquistas sociais e econômicas que permeiam o imaginário de uma época dourada.

Na sexta-feira, dia 27, o ex-presidente completa 72 anos em Montes Claros. Caso a caravana não faça lá tanto sucesso, a exemplo das primeiras cidades visitadas em Minas, o petista pode colocar as barbas de molho.

Fonte: Coluna da Amália – Hoje em Dia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *