Não há prazo para pagamento de parcela do salário do funcionalismo de MG, diz governo

O depósito destinado a servidores que ganham acima de R$ 3 mil não foi feito. Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda, o motivo é ‘fluxo de caixa insuficiente’.

O governo de Minas Gerais confirmou nesta quinta-feira (21) que não depositou a 2ª parcela dos salários dos funcionários que ganham acima de R$ 3 mil.

Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF), não houve pagamento “em função de fluxo de caixa insuficiente”.

O escalonamento é feito desde fevereiro de 2016. O motivo é a crise financeira enfrentada pelo Governo de Minas Gerais. Quem recebe até R$ 6 mil têm o pagamento dividido em duas vezes. Servidores que recebem acima deste valor são pagos em três parcelas. Neste mês, os depósitos estavam previstos para os dias 12, 19 e 22.

Auditores fiscais fizeram paralisação nesta quinta-feira em protesto contra o atraso. Em Belo Horizonte, os servidores se concentraram no centro da cidade. Segundo o Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal em Minas Gerais (Sindifisco), as paralisações serão realizadas até que o pagamento seja feito.

Em junho, os servidores estaduais aposentados de órgãos da administração direta de Minas Gerais, como secretarias de governo, Polícia Militar, Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça, receberam a 2ª parcela de seus salários com atraso.

Na época, a SEF informou que o problema havia atingido apenas os aposentados da administração direta, que representam um lote diferente dos servidores ativos. O atraso, segundo a secretaria, teria acontecido por causa desta diferenciação ou por portabilidade bancária.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *