Pimentel coloca Rede Minas a serviço de manifestações contra impeachment de Dilma Rousseff

EPOCASITE

01

O governador petista Fernando Pimentel colocou a Rede Minas, a TV oficial do estado, a serviço das manifestações contra o impeachment da amiga e correligionária Dilma Rousseff realizados nesta sexta-feira (31/03).

O site da emissora na internet transmitiu “ao vivo’ toda a programação de um show chamado “Canto da democracia” realizado no final da tarde na Praça da Estação, em Belo Horizonte. No evento, políticos, artistas e cantores se revezavam no palco com gritos de guerra contra o impeachment.

Quem entrava no portal dava de cara com este banner a seguir, convidando os internautas a assistirem a transmissão “ao vivo” do show pró-Dilma:

02

Além da transmissão ao vivo do show pró-Dilma na internet, a Rede Minas fez também uma ampla cobertura na TV das manifestações em diversas capitais, por meio de link ao vivo gerado pela TV Brasil, o canal oficial de TV do governo federal, também petista.

Em seu site, a Rede Minas se apresenta como “Uma TV pública educativa que sintetiza a diversidade social e cultural mineira”. Diante desta definição, a pergunta que não quer calar é a seguinte: a emissora vai transmitir também “ao vivo” as manifestações a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff?

A Inconfidência, emissora de rádio oficial do estado, também transmite o evento ao vivo. Em um post no Facebook, a emissora, que em tese é pública, faz uma chamada no mínimo inusitada, como pode ser visto abaixo:

03

A utilização da Rede Minas foi destacada em nota publicada na coluna EXPRESSO da revista Época:

04

Canal é controlado pelo governador petista Fernando Pimentel

05

A Rede Minas, televisão pública de Minas Gerais, transmite ao vivo o evento “Canto da Democracia”. Trata-se de manifestação em defesa do governo da presidente Dilma Rousseff, realizada no centro de Belo Horizonte. Quem controla o canal é o governador petista Fernando Pimentel, amigo e um dos mais próximos aliados da presidente.

Durante a transmissão, comentaristas da TV disseram que a contagem de manifestantes em Brasília, local em que ocorre outra manifestação favorável a Dilma, foi subestimada pela Polícia Militar do Distrito Federal.

Fonte: PSDB-MG

Deixe uma resposta