Reprovação de Dilma cresce e supera a de Collor em 1992

A pesquisa Datafolha desta quinta-feira (6/8) revela que a taxa de reprovação da presidente Dilma Rousseff cresceu e atingiu o recorde de 71% dos entrevistados. O índice mostra uma taxa de reprovação maior que o do ex-presidente Fernando Collor às vésperas de sofrer processo de impeachment no Congresso Nacional.

O quadro de Dilma também piorou quando o assunto é impeachment. Perguntados se o Congresso deveria abrir um procedimento formal de afastamento, 66% dos entrevistados disseram que sim. Na pesquisa anterior, em abril, eram 63%.

Fonte: Folha de S. Paulo 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *