Servidores da saúde do estado fazem paralisação de 24 horas

Categoria protesta contra o atraso do pagamento de salários pelo governo do estado. Escala deve ser divulgada hoje

Servidores da saúde de Minas Gerais estão em paralisação de 24 horas nesta segunda-feira. Pela manhã, representantes da categoria se reuniram em assembleia no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e decidiram que vão participar de um protesto unificado com os professores na quarta-feira.

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde-MG), a categoria protesta contra o atraso no pagamento dos salários pelo governo do estado. A escala mínima do efetivo foi mantida.

No início da manhã, servidores da Fundação Ezequiel Dias (Funed) se mobilizaram na porta da sede, no Bairro Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte, e também participaram da assembleia geral, que aconteceu às 10h.

Ao final da reunião, os trabalhadores decidiram por trabalhar usando uma tarja preta nas roupas, em sinal de protesto, manter a defesa do pagamento dos salários no quinto dia útil e que vão protestar com servidores da educação na manhã de quarta-feira na Praça da Liberdade, Região Centro-Sul da capital.

Na semana passada, o governador Fernando Pimentel anunciou que escala de pagamento dos servidores públicos de Minas Gerais, que começaria na segunda quinzena do mês, será adiada em alguns dias por causa da suspensão dos pagamentos de quem acumula cargo irregularmente no estado.

“Como recebemos a listagem do TCE daqueles quase 100 mil servidores públicos que teriam acumulação indevida de cargos e, portanto, temos que corrigir isso, vamos ter que rodar outra folha de pagamento. Então, essa folha que estava prevista para ser paga no dia 16 vai ter que sofrer um pequeno adiamento de dois ou três dias, talvez. Não vai ser coisa muito longa mas vai ter que ser um pequeno adiamento para a gente começar a fazer a correção dessas irregularidades”, informou em entrevista à rádio Itatiaia.

O pagamento da primeira parcela do salário (para quem ganha até R$ 3 mil) dos policiais militares e funcionários da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) será mantido. A data do pagamento nesses dois casos será no próximo dia 16. A data da primeira parcela do pagamento dos demais servidores pode ser definida hoje e deve ser divulgada por meio de nota, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Fazenda.

Fonte: Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *