Um entre cada quatro brasileiros com menos de 25 anos está desempregado

Qual o futuro de um país que massacra a sua juventude com a falta de esperança no futuro? Essa é uma pergunta que sempre me vem à mente quando leio notícias como as que li hoje. Um entre cada quatro brasileiros com menos de 25 anos está desempregado.

A crise econômica sem precedentes pela qual passa o nosso País está minando o sonho dos nossos jovens. E um prejuízo desses é incalculável. O que se vê é a falta total e completa de políticas públicas que priorizem a inserção desses jovens no mercado de trabalho. E isso é um absurdo se considerarmos que a nossa juventude é o futuro do Brasil.

De acordo com levantamento elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Avançada (IPEA) aponta que um entre quatro brasileiros com menos de 25 anos está desempregado. O percentual dos brasileiros entre 14 e 24 anos que não possuem emprego subiu de 20,89% no 4º trimestre de 2015 para 26,36% no 1º trimestre deste ano.

Situações como essa levam os jovens a buscarem as drogas e a marginalidade. Como consequência, temos o crescimento da violência urbana e rural e a desestruturação das famílias. Isso é uma tragédia. E representa uma despesa muito maior para os cofres públicos. Por isso sempre defendo que os recursos investidos em políticas de prevenção são mais bem úteis.

O governo gasta uma fortuna com aparato policial para perseguir e prender dependentes químicos e traficantes cada vez mais jovens. Gasta com a construção e a manutenção de cadeias repletas de jovens perdidos com seus sonhos estilhaçados graças à falta de oportunidade. E qual o resultado disso? Que futuro podemos esperar?

Ainda temos o problema dos jovens que abandonam os estudos por falta de condições de pagar. Sem estudo, fica mais difícil de conseguir emprego. E as pesquisas comprovam isso. Na divisão por escolaridade, aqueles que possuem o ensino médio incompleto são os que mais sofrem, com 14,95% de taxa de desemprego. Quem possui o superior completo enfrenta um cenário menos difícil, com uma taxa de desemprego de 7,64%. É um círculo vicioso que precisa ser quebrado.

Mas não são apenas os jovens que estão sofrendo com a crise econômica. A pesquisa mostra que todos os grupos analisados registraram aumento do desemprego na comparação entre o primeiro trimestre de 2016 e o quarto trimestre do ano passado.

O que se vê é o resultado de uma política errada do PT ao longo dos seus 13 anos à frente do governo federal. Uma política que levou os nossos jovens para o fundo do poço. Esperamos que o novo governo encontre saídas.

Os dados estão aí, para quem quiser ver. Não precisa pensar muito para entender que se o governo não mudar o rumo, não investir nos jovens e proporcionar oportunidades de emprego e renda para eles, entraremos em um beco sem saída. E o preço a ser pago será alto: o futuro de um País.

Artigo do Deputado Antônio Carlos Arantes

Deixe uma resposta